Guia de viagem: Santa Cruz de Tenerife, Espanha.

Santa Cruz de Tenerife é uma das sete ilhas principais que formam o arquipélago das Canárias, lá está localizado um dos principais portos do Atlântico, sendo um ponto de comunicações entre a Europa, África e América. Tenerife é a ilha mais povoada da Espanha. E lá acontece o segundo maior carnaval do mundo, perdendo apenas para o Rio de Janeiro.
Depois dessa breve introdução vamos aos fatos hahahaha. Chegamos em Tenerife em uma manhã de domingo e só tínhamos 1 dia por lá, então aproveitá-lo ao máximo era necessário. Entre tantas opções de turismo, escolhemos conhecer o Parque Nacional do Teide.


No Parque nacional do Teide está localizado o Vulcão Teide,  o terceiro maior vulcão do mundo a partir de sua base, com 3718 m de altitude, representando também o pico mais alto da Espanha. 
Em 2007, toda região em torno do Teide (Parque Nacional do Teide), foi declarada pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade. E está entre os doze tesouros da Nação Espanhola, ocupando a sexta posição.  
O primeiro ponto de parada foi em um mirante, quase congelamos, o termômetro marcou naquele ponto 7ºC. A gente não tinha noção que poderia fazer esse frio todo, esquecemos de que iríamos subir um pouco mais de 3000 m de altitude. Aqui estávamos a um pouco mais de mil metros, e isso que vocês estão vendo não é névoa, é nuvem, isso mesmo, nuvem, vamos continuar subindo e vocês vão perceber que elas vão sumir, pois vamos ficar acima delas, muito louco, né? Na ida o guia nos explicou, que durante o caminho para o ponto máximo de nossa subida (3 mil e poucos metros) iríamos passar pelas "4 estações" do ano. De fato! Ao longo do caminho pegamos de chuva a sol, incrível!   




Segundo ponto de parada foi em um restaurante-café chamado Bamby. E adivinhem o que encontramos por lá? WIFI!!! Fui direto pedir a senha, afinal água e senha de wifi não se nega a ninguém. Pode parecer besteira, mas para quem precisava pagar 40 reais por 5 minutos no telefone, dar notícias pela internet era a melhor solução, fica a dica para os viajantes de cruzeiro, whats app nessas horas vale ouro! 
Paramos para tomar um café e comer uns biscoitinhos, porque naquele frio coisa melhor não existia! Lá tinha uma lojinha de lembrancinhas e comidinhas típicas, aproveitei para comprar minhas canecas (Faço coleção de canecas de viagens, somente de viagens que nós fazemos). Tinha também outro mirante para o vulcão Teide. Aqui nós estávamos em torno dos dois mil metros de altitude.


Os viciados!!!
 








Em seguida fizemos outra paradinha rápida e seguimos para o ponto máximo de nossa viagem, 3 mil e poucos metros de altitude, pertinho do vulcão Teide, ao lado do famoso "Dedo de Deus".


Na minha esquerda o "Dedo de Deus" e na minha direita o vulcão Teide.


Dica: Vá de tênis, fui de sapatilha e para subir essas rochas foi super trabalhoso e perigoso, escorreguei várias vezes e acabou me limitando, pois teve pontos mais altos que eu não subi, porque simplesmente escorregava e não tinha jeito, nem com a ajuda de meu marido e meu cunhado eu consegui. Nessas horas querer ficar bonitinha não rola não, coloque seu tênis e vá feliz. Apendi a lição!


Essa imagem abaixo é a minha preferida, esse "mar" de lava é LINDO e faz parecer que está acontecendo ali e agora.



Mais algumas imagens:




A visita ao Parque Nacional do Teide foi ótima, empolgante e valeu cada momento. Diferente de tudo que já vi, a escolha foi aprovada por todos.
Mas, tinha coisa boa por vir. É que pouco tempo antes de chegarmos em Tenerife ficamos sabendo que lá era o paraíso das compras, para roupas e principalmente para eletrônicos. Então, assim que terminamos o passeiro pedimos para nos deixar no centro, mas tínhamos um problema, pois era domingo e já tinha passado das 14hs da tarde (já ouviu falar da "sesta", não é? Aquele pequeno cochilo depois do almoço). Pois bem, para os Espanhóis a sesta é sagrada. Por isso, ficamos torcendo para acharmos alguma coisa aberta, pois era domingo e depois da sesta eles não ririam voltar. Por sorte encontramos algumas lojas abertas e vou lhe falar, realmente, tudo é muito barato, diferença de 50% em eletrônicos, em roupas a diferença chega ser maior que isso. Aproveitamos a oportunidade e valeu super!
Dica: Em viagens que você pretende fazer compras, carregue sempre uma ecobag grande contigo (Dica da irmã mais velha que sempre cuida de mim ownnnnnnn), é uma ótima opção por ser mais resistente que as sacolas normais, não tem risco de rasgar, por ser grande você sai jogando tudo que cabe dentro, não chama tanto atenção quanto uma bolsa normal, além de ser estilosa. Pense nisso em sua próxima viagem!
Coloquei uma foto com os preços só para vocês terem uma noção, os valores estão em Euros.
Não reparem na cara inchada hahahaha, a foto não está legal, mas eu queria mostrar a ecobag. 
 
 

Gostaram desse guia?
Beijinhos de saudade da viagem :*********
Bruna Braga.

Nenhum comentário

Postar um comentário

É tão bom receber um comentário seu =)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...